sábado, 29 de março de 2014

Cão que persegue rodas



O comportamento do cão reflete o estado de espírito de seu tutor e de toda a família.

O animal capta as mensagens de carinho e repreensão porque é um grande observador, dotado de uma percepção muito aguçada.

Os cães possuem um comportamento individual , independente de raça, tamanho, idade e sexo.

É preciso reconhecer as amplas diferenças de temperamento entre as diversas raças caninas, para não errarmos tratando todos os cães da mesma forma. 

Para os tímidos como os miniaturas, um olhar direto ou uma palavra áspera geralmente é castigo suficiente. 

O controle excessivamente rígido pode anular a personalidade de tais cães. Raças mais independentes como as de caça, exigem donos com perfil de líder. 

O tutor precisa impor limites com firmeza, justiça e paciência. Rispidez ou liberalidade excessiva pode resultar em desajuste social semelhante ao de uma criança totalmente dependente ou completamente rebelde.

As atitudes dos animais estão vinculadas a hereditariedade e a educação que recebem .

Temperamentos inadequados podem ser provenientes da convivência com uma família psiquicamente problemática. 

Os cães têm uma enorme necessidade de ter e ver todas as posições hierárquicas claramente definidas e ocupadas. 

A função do líder da matilha abrange as mais diversas atividades que vão desde a demarcação, vigilância do território, segurança, guarda e proteção de toda a matilha, bem como a manutenção de cada participante dentro da sua posição hierárquica.

Usar recompensas positivas é uma forma bem melhor de treinar um cão do que empregar disciplina punitiva. A comida é uma ótima recompensa, tão poderosa que alguns cães vão se esquecer de que estão sendo treinados a fim de recebê-la. Um afago, também é muito benvindo. 

Palavras de elogio também funcionam- mas não tanto quanto o carinho ou a comida. Entretanto, quando um cão desenvolve problemas de comportamento, é necessário disciplina rígida para recuperá-lo. 

Alguns hábitos adquiridos podem trazer inúmeros problemas físicos aos animais e até levar a morte.


Cão que persegue rodas :

Existem cães estressados, que movidos pelo instinto de caça, perseguem objetos que se movem . Frequentemente , deparamos com cães que vão atrás de rodas de carros e bicicletas . Esse hábito é muito reprovável e necessita ser combatido , evitando que ao perseguir um veículo , o animal acabe sendo atropelado.

Para eliminar este costume é necessário sair com o cão preso á guia para um passeio, proporcionando a ele um momento de lazer saudável . Quando ele avistar um veículo e tentar correr atrás ,  numa reação desequilibrada, o tutor deve segurar a guia com firmeza e falar : NÃO. Repetindo este procedimento por várias vezes.

Caso a primeira opção não for suficiente, para o bem dele, será necessário tomar uma atitude mais drástica . O cão tem um ouvido muito sensível e se assusta com barulho.O tutor deverá entrar no carro carregando algumas latas vazias, sentando no banco de trás , enquanto outra pessoa dirige, num local sem movimento. 

Quando o animal sair correndo atrás , o motorista descerá do carro , perseguira o cão atirando as latas perto dele. Depois deste enorme susto, provavelmente ele desistirá de perseguir objetos em movimento, um hábito perigoso que precisa ser eliminado.

Fonte: Vininha F. Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário